segunda-feira, agosto 29, 2011

Arte de amar


















Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.A alma é que estraga o amor.

Só em Deus ela pode encontrar satisfação.Não noutra alma.Só em Deus - ou fora do mundo. As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

STF põe Lei da ficha limpa na corda bamba

A Lei da Ficha Limpa corre o risco de não valer na eleição municipal de 2012 nem nas que vierem depois. Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão pessimistas e preveem que a Corte poderá declarar a regra inconstitucional ao julgar três ações que tramitam há meses no tribunal e que tratam da lei que nasceu de uma iniciativa popular a favor da moralização dos costumes políticos no País.

Em março, o STF decidiu por 6 votos a 5 que a norma não teria validade para a eleição de 2010 porque foi aprovada com menos de um ano de antecedência ao processo eleitoral.

Há uma regra na Constituição Federal segundo a qual modificações desse tipo têm de ser feitas pelo menos um ano antes. Na ocasião, os ministros somente analisaram esse aspecto temporal da lei.

Nos futuros julgamentos, eles deverão debater se a regra está ou não de acordo com a Constituição Federal ao, por exemplo, estabelecer uma punição (inelegibilidade do político) antes de uma condenação definitiva da Justiça.

Os contrários a esse tipo de punição afirmam que ela desrespeita o princípio constitucional da presunção da inocência, ou seja, que ninguém será considerado culpado até uma decisão judicial definitiva e sem chances de recursos.

O entendimento do Supremo será fixado durante o julgamento conjunto de três processos: duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) e uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI).

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional e o PPS pedem que o tribunal chancele a constitucionalidade da lei. Já a Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL) quer que a Corte declare inconstitucional um dispositivo da norma segundo o qual são inelegíveis as pessoas excluídas do exercício de profissão em razão de infração ético-profissional.

Aposentadoria. Um dos fatos que mais preocupa a ala de ministros favorável à lei é a saída de Ellen Gracie do tribunal. Uma das maiores defensoras da regra no julgamento de março, Ellen aposentou-se no último dia 8.

A presidente Dilma Rousseff ainda não escolheu o substituto ou a substituta de Gracie. É provável que o assunto Ficha Limpa seja debatido entre integrantes do governo e candidatos à vaga antes da indicação do novo membro do STF.

Ministros do STF defendem que as ações sobre a Ficha Limpa sejam julgadas antes do registro dos candidatos que disputarão a eleição de 2012. Isso evitará a confusão instalada no ano passado. O Supremo decidiu apenas em março, ou seja, cinco meses depois da eleição que a lei não valeria para 2010.

Até hoje existem políticos excluídos da disputa do ano passado tentando garantir a posse em cargos no Legislativo.

São dois os pontos mais polêmicos da lei e que devem consumir grande parte do futuro julgamento no Supremo: o que afasta da disputa eleitoral candidatos condenados, entretanto, que ainda têm chance de recorrer, e o que proíbe a candidatura de políticos condenados antes da entrada em vigor da norma.

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, encaminhou na última quinta-feira pareceres ao STF sobre as ações que discutem a Lei da Ficha Limpa. O Ministério Público Federal defende a regra.

O relator das ações, ministro Luiz Fux, deverá preparar os processos para julgamento e pedir a inclusão na pauta de votação do plenário da Corte.

Autora: Mariângela Gallucci
O Estado de S. Paulo - 29/08/2011

Fonte: diariodeumjuiz.com.br

Saudades dos bons tempos de TV


Fiz uma visita muito rápida hoje pela manhã a Rádio Difusora Acreana. Cumprimentei o diretor geral Antonio José, o radialista e apresentador de radiojornal Júnior César que se preparava para apresentar o Gente em Debate e fui até a redação da Voz das Selvas onde encontrei o sempre bem humorado J. Simplício. Sentamos e jogamos muita conversa fora lembrando dos tempos em que o então galã Simplício era o apresentador oficial do concurso Miss Acre. Lá se vão bons anos.

Para os mais jovens, esse jovem senhor que aparece na fotografia comigo foi um dos precursores da televisão no Acre, sendo na época (década de 70 e início de 80) apresentador de telejornal da TV Acre. Era o Simplício entrar no ar e as moçoilas suspirarem. Também naquele tempo, o bom Simplício, tinha uma vasta cabeleira.

Porém, o tempo é implacável com todos nós.

Email recebido do Conselho do Idoso





Agradeço em meu nome e do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, ao talentoso jornalista e com 88% na qualidade de apresentador do excelente Gazeta Alerta, pela maneira fidalga e eficaz com que tem tratado a causa dos idosos do nosso Estado, tornando-se assim, um dos mais ferrenhos e confiável defensor daqueles que por muitas vezes são esquecidos pelas autoridades e pasme, na maioria das vezes pela própria família.
Muito obrigado e continue trilhando por este difícil, porém, prazeiroso caminho, que é defender os mais pobres e menos favorecidos . Parabéns Edivaldo Souza, pelo bem que tens feito ao nosso Estado, seja como cidadão/ jornalista/apresentador e Deputado Estadual.




Um grande abraço, Ismael da Cunha Neto.


Nota do blog - Agradeço e não faço mais do que minha obrigação.

quinta-feira, agosto 25, 2011

Em defesa dos idosos




O Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa – CEDI em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, realizaram inicialmente uma oficina de capacitação dos Conselheiros Estaduais e Municipais, com o objetivo de desempenharem a contento suas atividades nas Conferências Regionais e Estadual.

O objetivo geral das Conferências Regionais foi debater temas relevantes para o campo do envelhecimento, assim como os avanços e desafios da Política Nacional do Idoso, na perspectiva de sua efetivação.

Outros objetivos foram sensibilizar a sociedade para o contexto de envelhecimento da população acreana, mobilizando a população idosa, para a conquista do direito ao envelhecimento com dignidade, bem como, fortalecer o compromisso dos diversos setores da sociedade e do poder público com o atendimento, a defesa e a garantia dos direitos da pessoa idosa, indicando prioridades de atuação para os órgãos governamentais, nas três esferas de governo.

As Conferências foram organizadas em quatro eixos:

I – Envelhecimento e Políticas do Estado: pactuar caminhos intersetoriais;

II – Pessoa idosa: protagonista da conquista e efetivação dos seus direitos;

III – Fortalecimento e integração dos Conselhos: existir, participar, estar ao alcance, comprometer-se com a defesa dos direitos dos idosos e,

IV – Diretrizes Orçamentárias, Plano Integrado e Orçamento Público da União, Estados, Distrito Federal e Municípios: conhecer para exigir; exigir para incluir; fiscalizar.

Assim com os objetivos e eixos acima elencados, foram realizadas as Conferências Regionais, distribuídas em cinco regiões <VALE DO JURUÁ - Municípios de Cruzeiro do Sul, Thaumaturgo, Porto Walter, Mâncio Lima e Rodrigues Alves>, <ENVIRA - Municípios de Tarauacá, Feijó e Jordão>, <PURUS - Municípios de Sena Madureira, Manuel Urbano e Santa Rosa do Purus>, <ALTO ACRE - Municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapurí>, <BAIXO ACRE – Municípios de Acrelândia, Bujarí, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco e Senador Guiomard>, no período de 04 de julho a 05 de agosto de 2011.

Salientar-se que participaram dessas conferências, pessoas de diferentes origens, com conhecimentos diferenciados sobre as questões, ou sejam: pessoas idosas, representantes dos idosos, técnicos e gestores das políticas. Foram convidados as lideranças locais de grupos, entidades e associações de idosos para identificar e conversar sobre as necessidades locais relacionadas à política dos idosos.

Insta salientar que foram eleitos durante as Conferências, 08 (OITO) delegados para Rio Branco,08 (OITO) para Cruzeiro do Sul e 04 (QUATRO) delegados por município participante, com direito a voz e voto na Conferência Estadual.

Após o relatório das Conferências Regionais, as propostas deliberadas nos municípios foram consolidados para debates na III Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, com o tema “O compromisso de todos por um envelhecimento digno no Brasil” a realizar-se no dia 26 de agosto de 2011, no Auditório do prédio novo da OAB/Acre, situado na Rua Ilmar Galvão s/nº na via verde.

Derradeiramente, as propostas/deliberações de cunho local serão encaminhadas ao Excelentíssimo Senhor Prefeito da respectiva cidade para conhecimento e providências cabíveis, as propostas/deliberações de cunho regional ou estadual, serão encaminhadas ao Excelentíssimo Senhor Governador do Estado do Acre para conhecimento e providências que se fizerem necessárias e finalmente as propostas que responderem a uma questão nacional, caso aprovadas na plenária final estadual, deverão ser encaminhadas para a Conferência Nacional, a ser realizada nos dias 23, 24 e 25 de novembro de 2011, em Brasília-DF.


Texto: Dr. Ismael da Cunha Neto, presidente :Estadual do Conselho do Idoso

Os 67 anos da Voz das Selvas



Escrever a respeito da Rádio Difusora Acreana enquanto meio de comunicação e de integração na Amazônia é relatar a história de luta, de dificuldades, de ousadia, dos pioneiros que mesmo enfrentando a falta de tecnologia da época em que a emissora entrou no ar, resolveram apostar e ganharam o jogo pensando num futuro distante.

Me lembro da importância da emissora justamente na época em que por aqui não tínhamos a televisão. Os locutores com seus programas dos mais variados eram verdadeiros artistas da comunicação.

O tempo passou e figuras de proa da comunicação acreana que fizeram da Rádio Difusora Acreana a importante emissora que é principalmente para quem vive na zona rural, nos seringais, já não estão entre nós.

Campos Pereira, Estevão Bimbi, Luis Carlos Periquitão, Marte Rocha, Nivaldo Paiva, J. conde, João Nascimento, compadre Lico, Cícero Moreira e tantos outros já não estão nesse plano.

Poucos da velha guarda continuam na ativa. O jornalista Ilson Nascimento, com mais de 35 anos de serviços prestados, cabelos grisalhos, sempre chegando na redação as 5:30 da manhã é um desses abnegados. O mesmo acontece com o radialista Zezinho Melo, que desde a adolescência tem a RDA como sua segunda casa, Edmar Bezerra, Reginaldo Cordeiro, Rubemar Tavares, M.Costa, Raimundo Fernandes, Paulo Roberto, J. Menezes, entre tantos outros que dão e deram suas vidas em prol de uma causa.

A Difusora Acreana serviu e serve de escola para muita gente. A escola da prática, a escola do dia a dia. Particularmente devo muito do que aprendi como jornalista profissional ao saudoso Campos Pereira. Foi ele que me deu a chance primeira de crescer dentro da comunicação.

Para quem trabalha no rádio os salários não são atrativos. São defasados e em se tratando de RDA a questão tem que ser vista como prioridade pelo executivo.

Penso e defendo que a Rádio Difusora Acreana tem que ter vida própria, plano de cargos e salários para seus funcionários que devem ser pagos dignamente.

A Rádio Difusora, no meu entender, não pode ficar vinculada ou dependente de migalhas de qualquer instituição pública. A direção, seja ela qual for, deveria ter poder de gerenciar e decidir sobre suas prioridades. Porém, esse tipo de gestão só será possível no dia que entenderem que a emissora deve caminhar e gerir seu próprio destino.

Enquanto isso não acontece, os problemas continuam, principalmente no que diz respeito a questão salarial.

Durante 12 anos fui apresentador do Jornal Difusora, o que muito me honra. Acordava as cinco da manhã para juntamente com o editor-chefe Ilson Nascimento e demais repórteres levar as informações em Rede Estadual.

São 67 anos de fundação da Rádio Difusora Acreana.

Parabéns a todos os profissionais que lá trabalham. Do mais humilde ao mais graduado.

quarta-feira, agosto 24, 2011

Deu na coluna do Evandro Cordeiro


Nome em evidência

Edvaldo Souza é deputado estadual novato, mas um furacão de popularidade no Acre, onde apresenta programa de televisão há muito tempo. Talvez por isso aparece em recente pesquisa como um dos fortes nome na disputa pela prefeitura da capital. E ele, cá entre nós, nunca disse a ninguém que será candidato.


Só dentista

Flagrado caminhando pelos corredores da Aleac com o dentista André Maia (PT) a tiracolo, foi perguntado ao deputado Edvaldo Souza (PSDC) se o rapaz é seu candidato a prefeito no Quinari. Rápido no gatilho e tal qual evasivo, arrematou: “Ele é meu dentista”.

O prédio da Aleac tremeu





Por volta das 14:30 horas estava em meu gabinete na Assembléia Legislativa atendendo a um grupo de estudantes do bairro calafate. Os jovens realizaram uma longa entrevista comigo.
Falei deste a minha infância, dificuldades, trajetória ,Gazeta Alerta e também da minha atuação como parlamentar.

Foi uma excelente conversa. Porém, para nosso espanto sentimos o prédio da Assembléia Legislativa balançar. Encerrei a entrevista e descemos apressados as escadas do prédio.
Efetivamente o prédio tremeu. Significa dizer que tivemos um abalo sísmico em algum lugar da região amazônica.


terça-feira, agosto 23, 2011

Edvaldo Souza à frente nas pesquisas


Preliminares

Pesquisas para consumo interno da Frente Popular trazem o seguinte prognóstico: A primeira colocação entre os governistas não é de Perpétua Almeida, mas de Edvaldo Souza, do PSDC. Alguns nomes de petistas apresentados ao eleitor nem sequer são conhecidos.

A chance

O deputado Edvaldo Souza, conforme o levantamento, seria o único com chances de provocar um segundo turno com Tião Bocalom (PSDB) neste momento, a um ano da eleição.
Quentinhas da Redação


Fonte: Blogue Fala Baixada





















O movimento do tabuleiro

Mesmo sabendo que as pesquisas de intenção de voto retratam uma situação de momento, o Jornal A Tribuna em parceira com o Data Control apresentam uma prévia da situação dos pretensos candidatos a prefeitura de Rio Branco.

Fico satisfeito em verificar que meu nome apresenta-se com um bom percentual de aceitação dentro da Frente Popular, mesmo não tendo declarado a quem quer seja a intenção de ser candidato a prefeito.

Significa dizer que as minhas ações e trabalhos realizados na perifeira estão surtindo o efeito desejado e demonstram o carinho das populações mais carentes por esse modesto deputado estadual e aprendiz de blogueiro.

Até as eleições muitas definições deverão acontecer e surpresas no jogo sucessório não estão descartadas. Faz parte da política, da democracia.

Pelo sim, pelo não, as pesquisas deixam muita gente alegre e um outro tanto bastante triste.

Deu no site Agazeta.net

DataControl: Bocalom lidera intenção de votos para prefeitura da Capital

E-mailImprimirPDF
Na pesquisa espontânea, em segundo lugar aparece Márcio Bittar

montagem-Bocalom-X-Marcio-Bittar-x-Segio-PetecaoTião Bocalom, Sérgio Petecão e Marcio Bittar encabeçam preferência do eleitor (Foto: montagem/Enarde Fernandes/Agazeta.net)

Segundo pesquisa do DataControl/Atribuna,divulgada na edição desta terça, 23, Tião Bocalom (PSDB) lidera as intenções de votos para a prefeitura de Rio Branco. Na pesquisa espontânea, em segundo lugar aparece Márcio Bittar. Na sequência aparecem Sérgio Petecão, Angelim, Binho Marques, Perpétua Almeida, Jorge Viana, Edvaldo Souza, João Correia
e Henrique Afonso.

Na estimulada, onde os supostos nomes de candidatos são mostrados ao eleitor, algumas posições se invertem, exceto o primeiro e segundo lugares: Bocalom aparece novamente em primeiro seguido de Márcio Bittar, Binho Marques, Edvaldo Souza, Perpétua Almeida, Fernando Melo, Sibá Machado, Ney Amorim João Correia e Henrique Afonso.

Segundo ainda a pesquisa, 72,3% dos entrevistados afirmaram que ainda não sabem em quem vão votar para prefeito em 2012. Outro destaque do levantamento é que 60% dos pesquisados preferem um político no comando da prefeitura contra 28,5% de um prefeito apenas com característica técnicas.

Adobe Flash Player Não est� instalado ou está em uma versão mais antiga que 9.0.115!
Baixe aqui

Adobe Flash Player Não est� instalado ou está em uma versão mais antiga que 9.0.115!

Deu no blog do Almir Andrade



Deputado Edvaldo Souza apoia Escolinha de Futebol

O Deputado Estadual Edvaldo Souza (PSDC), está apoiando a escolinha de futebol do município de Epitaciolândia, uma iniciativa da Companhia de Fuzileiros de Selva Destacada (Exército)
Que vem reunindo centenas de crianças e adolescentes da cidade. O objetivo da iniciativa é dá oportunidade aos jovens de praticar esporte através da escolinha “O Recrutinha”.
O Exército contou também com o apoio das câmaras municipais de Brasiléia e Epitaciolândia, das prefeituras dos dois municípios e do poder judiciário.

Fonte: Almirandradee.blogspot.com

segunda-feira, agosto 22, 2011

Praia do Abunã


Para quem tem paciência de dirigir quase 300 quilômetros somente de ida, nesta época do ano, o vilarejo se transforma em opção de lazer para acrianos e rondonienses.

quarta-feira, agosto 17, 2011

Moradia para quem precisa





Sou pouco afeito a solenidades e outros eventos. Porém, hoje atendendo ao convite da assessoria do governador Tião Viana, resolvi participar da entrega simbólica das chaves das casas aos sorteados ou beneficiados no diagnóstico realizado por técnicos que trabalham na área.

O evento foi realizado no loteamento denominado Mutambo que tem um total de 120 casas. Com os demais loteamentos perfaz um total de 194 residências.

Sem dúvida, foi bonito olhar nos olhos daquelas pessoas que até então não tinham onde morar. Pessoas em situação de vulnerabilidade social, gente pobre que luta com dificuldades para sobreviver.

Todo mundo lá prestigiando a solenidade. Fui convidado a falar. Cumprimentei a todos e me lembro que disse com todas as letras que moradia significa acima de tudo cidadania, dignidade. Todos nós temos direito a ter um endereço.

Esse loteamento fica na parte alta da cidade próximo a região do Quixadá. Uma bonita área. É esperar que os moradores façam bom proveito.

Na oportunidade aproveitei para cumprimentar muitas pessoas do povo. Abraçá-las, tirar fotografias, enfim dá uma palavra fraterna.

Confesso que hoje ganhei o dia.









domingo, agosto 14, 2011

Postado por: Edvaldo Souza

Após 10 anos da decisão histórica do Ministro Marco Aurélio e já seguindo a esteira do que vem decidindo o Superior Tribunal de Justiça, a mais alta Corte de Justiça do país estabeleceu que os governos têm a obrigação de contratar todos os aprovados conforme o número de vagas e o prazo previstos no edital.

O Supremo Tribunal Federal decidiu que governos são obrigados a chamar quem passa em seleção no número de vagas do edital.

Enquanto a equipe econômica se esforça para cortar gastos e segurar a inflação, a Corte deu ganho de causa aos interesses de quem luta por uma vaga no serviço público.

Ao julgar, ontem, um recurso do governo de Mato Grosso do Sul, o STF ratificou a obrigação da administração de contratar todos os aprovados em número equivalente ao previsto no edital.

A posse tem que ocorrer durante o prazo de validade da seleção.

A conquista dos concurseiros tem impacto direto nas contas públicas, especialmente em um momento em que muitos certames federais foram paralisados devido aos cortes no Orçamento. O caso julgado ontem tem repercussão geral, um mecanismo que determina que toda a Justiça brasileira siga o entendimento do STF.

No recurso, o governo estadual argumentou que não há qualquer direito líquido e certo à nomeação dos aprovados, de forma a preservar a autonomia da administração pública, “conferindo-lhe margem para aferir a real necessidade de nomeação”.

A unanimidade dos votos, entretanto, foi pela obrigatoriedade das contratações, corroborando decisões anteriores do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na avaliação do ministro Carlos Ayres Britto, o Supremo decidiu claramente que existe o direito do candidato aprovado em concurso público à nomeação dentro do número de vagas oferecidas por edital. “Nós já vínhamos ampliando esse direito, para fazer dele não uma mera expectativa, mas uma qualificada expectativa de nomeação. Mas essa decisão foi muito além, ao reconhecer para os candidatos nomeados o direito à respectiva nomeação, tirante situações excepcionalíssimas, em que a administração pública tem que declinar os motivos formalmente”, afirmou Britto.

Entre as situações excepcionais que justificariam a negativa de nomeação dos aprovados, estão crises econômicas de grandes proporções, guerras e fenômenos naturais que causem calamidade. “Entendo que o dever de boa-fé da administração pública exige o respeito incondicional às regras do edital, inclusive quanto à previsão das vagas no concurso público. Tal fato decorre do necessário e incondicional respeito à segurança jurídica, pedra angular do Estado de Direito, sob a forma da proteção à confiança”, disse o ministro Gilmar Mendes, relator do processo.

A interpretação do STF é a de que, quando o governo torna público um edital de concurso convocando todos os cidadãos a participarem da seleção para o preenchimento de determinadas vagas no serviço público, ele, impreterivelmente, gera uma expectativa quanto ao seu comportamento segundo as regras previstas nesse documento. “Aqueles cidadãos que decidem se inscrever e participar do certame depositam sua confiança no Estado-administrador, que deve atuar de forma responsável quanto às normas do edital e observar o princípio da segurança jurídica como guia de comportamento”, acrescentou Mendes.

Wilson Granjeiro, diretor do Grancursos, avaliou a decisão como uma vitória para os interessados em ingressar no funcionalismo.

Na visão dele, a jurisprudência vai de acordo com o projeto de lei que regulamenta os concursos, em tramitação no Congresso. A diferença é que, no PL, há um prazo de 30 dias a partir da homologação do resultado para que os aprovados sejam chamados, o que acabaria com o cadastro de reserva. O STF, porém, entende que a nomeação pode ser feita durante a validade do processo seletivo. “Isso dá mais tranquilidade e estabilidade aos milhões de pessoas que se preparam para concursos no país. Dessa forma, não haverá mais aquela agonia de uma espera infindável, sem garantia de nomeação”, disse Granjeiro.


Fonte: Diariodeumjuiz.com.br

quarta-feira, agosto 10, 2011

A morte anunciada de um igarapé



O igarapé que corta toda a Vila Acre, que já foi fonte de vida e de alimentação para os antigos moradores da área se encontra na UTI.

Completamente poluído e sendo alvo de todo tipo de ação danosa ao meio ambiente estar com seus dias contados.

Neste período de intensa estiagem é possível verificar que antigos “poços” se transformaram num local de muita lama e de um resto de água completamente esverdeado.

Para efeito de informação, esse igarapé deságua exatamente na Judia,um de nossos mananciais que abastece alguns bairros da cidade.

Pelo jeito é questão de tempo termos um desabastecimento total se o projeto do propalado aquífero não for executado.

Nas fotografias acima o registro do que era um igarapé.

Deu no site agazeta.net



Edvaldo Souza reivindica agência do BB para a Baixada do Sol

E-mail Imprimir PDF

Parlamentar diz que funcionários públicos têm prejuízo financeiro e perda de tempo para efetuar transações financeiras

Edvaldo-souza234Parlamentar defende acessibilidade bancária para uma das maiores regiões de Rio Branco (Foto: Agência Aleac)O deputado estadual Edvaldo Souza usou a tribuna da Assembleia Legislativa para defender os moradores da Baixada do Sol, na sessão desta quarta-feira, 10. Num discurso duro e embasado em dados coletados por sua assessoria, reivindicou a Superintendência do Banco do Brasil a instalação urgente de uma agência bancária na área da baixada.

Para o parlamentar, quem mora na Baixada do Sol não pode ficar excluído dos benefícios que irão trazer a instalação de uma agência do Banco do Brasil.

“É inconcebível que uma comunidade que é composta por 15 bairros e conta com uma população estimada de 60 mil habitantes não tenha uma agência do Banco do Brasil afirmou Edvaldo Souza.

Na Baixada do Sol predomina uma área comercial forte, com empresas de todos os portes prestando serviços a população. De acordo com o deputado Edvaldo Souza, essas empresas e milhares de funcionários públicos têm grande prejuízo financeiro e perda de tempo para efetuar suas transações financeiras quando precisam se deslocar ao centro da cidade.

O deputado Edvaldo Souza disse ainda que a lei 9.704-1995 assegura o atendimento abrangente ao mercado, sem exclusão das populações de baixa renda e das áreas de baixa densidade populacional inclusive as rurais.

É grande a movimentação na área da baixada, com manifestos e abaixo assinado solicitando a instalação de uma agência do Banco do Brasil.

O parlamentar enfatizou ainda que o Banco detém 35 mil contas correntes do funcionalismo estadual movimentando aproximadamente 100 milhões de reais.

Nunca é demais lembrar, disse Edvaldo Souza que em 2010 a instituição apresentou um lucro líquido de R$ 11,703 bilhões com alta de 15,3% em relação ano anterior.

Cumpro apenas com o meu papel de cobrar medidas urgentes, disse Edvaldo Souza, que ontem mesmo protocolou indicação a mesa diretora da Aleac, que deverá ser encaminhada a Superintendência do Banco do Brasil.

Com mansidão se acalma o coração

Não tenho por vocação escrever neste espaço sobre assuntos internos da Assembléia Legislativa. Tento não misturar uma coisa com a outra, mesmo quando os debates são acalorados.

Hoje usei a tribuna do parlamento para defender a instalação de uma agência do Banco do Brasil na Baixada do Sol. Antes porém, fiz algumas considerações afirmando que não iria cantar, cantarolar, dançar ou fazer um repente. Depois disso iniciei meu discurso.

Logo após, a deputada Marileide Serafim usou a tribuna e fez duras críticas quanto as palavras iniciais usadas por mim. Ouvi o discurso da colega com atenção. Em certos momentos as palavras demonstraram muita dureza.

Pensei, refleti, me acalmei, serenei os ânimos e educadamente me dirigi a parlamentar dizendo que eu particularmente não merecia críticas tão ácidas. Ela me olhou, ouviu, balançou a cabeça, lacrimejou e concordou comigo. Eu poderia ter retrucado e partido para o ataque. Preferi conversar fora dos microfones da casa.

Em seguida, a mesma que é evangélica, e já deu muito duro na vida, superando obstáculos considerados intransponíveis utilizou a tribuna e pediu desculpas pelas palavras e frases proferidas.

A sabedoria do ser humano reside exatamente na tolerância, no saber ouvir, no diálogo e principalmente na fé que devemos ter em Deus.

Parabéns deputada, pelo seu ato de extrema grandeza.

terça-feira, agosto 09, 2011

Antônio Klemer




A convite do jornalista Antônio Klemer estive participando do seu programa na rádio comunitária denominada gameleira. Foi um bom papo e lá estavam o Gilson da Umarb, o panelada e a Rosa do Recanto dos Buritis.

Falamos de tudo um pouco. Tudo muito misturado com muito humor, o que é bem típico do Klemer, que é um desses acreanos que não deixa as coisas boas do Acre morrer.

Fizemos algumas fotografias que iria postar, mas, não sei o motivo do meu computador não
copiá-las.

Valeu a pena conversar com o Klemer e demais convidados. Ao bom amigo, muito sucesso.
A fotografia postada conseguir na internet.

domingo, agosto 07, 2011

Contato com o povo





Manter contato, conversar com as pessoas mais humildes e ouvir as suas reclamações é o que eu mais gosto de fazer. Tenho paciência para ouvir as reclamações como também tenho a tolerância necessária para as críticas. É no contato com os mais humildes que sentimos a necessidade de fazer muito mais por quem necessita.

Tentando salvar o rio acre

Claudemir Mesquita um defensor e estudioso das
causas hidrográficas.

Rio acre e seu baixo nível de água nesta época do ano



Participei do ato solene em prol da preservação do rio acre. São 60 mil hectares de áreas degradadas que daqui para frente passarão por um processo de recuperação.

O grande problema verificado por pesquisadores tem sido a devastação da mata ciliar localizada as margens do rio.Com a falta de vegetação a tendência é ocorrer o assoreamento que ano após ano,vem contribuindo para a diminuição do leito do rio e consequentemente o seu volume de água durante o período de verão.


Deputado participa de festividades na seis de agosto


Realizando um mandato propositivo e focado nas questões sociais, o deputado estadual e apresentador Edvaldo Souza ( PSDC) participou de forma efetiva das festividades propiciadas pela Associação de moradores em parceria com diversas entidades governamentais e da iniciativa privada.

Edvaldo Souza, manteve contato com os moradores e percorreu toda a área da festa cumprimentando e sendo abraçado e aplaudido pelos moradores do bairro.
Visitou a escola Roberto Sanches Mubárac e lá cumprimentou funcionários e apoiadores da atividade festiva que todos os anos é realizada no histórico bairro. Na escola Roberto Sanches Mubárac, Edvaldo Souza foi aplaudido pelos estudantes e durante um bom tempo, sempre atencioso, atendeu uma multidão de pessoas que queriam um abraço, tirar fotografias ou um simples cumprimento.

Ainda na Seis de agosto o parlamentar visitou moradores, conversou e ainda esteve na residência da dona Dalva, uma das moradoras mais antigas da área.

“Estou muito feliz, pois todo esse apoio e manifestações de agradecimento fazem parte da minha ação parlamentar, como também das atitudes e defesas que adoto na televisão em defesa dos mais humildes, dos mais pobres. Afirmou Edvaldo Souza”.

O parlamentar aproveitou para agradecer ao presidente da Associação de Moradores, Eder Johnson, pelo convite que lhe foi feito e aproveitou para elogiar a organização do evento.