sexta-feira, maio 25, 2012

                                                               Deu na Poronga

Dividindo opiniões

O chamado bloco independente, composto na Assembleia Legislativa do Acre por cinco deputados do PDT, 
PSDC e PRP, divide opiniões. São eles: Edvaldo Souza e Éber Machado, 
do PSDC, Astério Moreira, do PRP, e Walter Prado e Luis Tchê, do PDT.
poronga_250512.jpg
Lados opostos

De um lado, há os que desdenham a criação do conglomerado parlamentar. E de outro,
 os que já se preocupam com a força demonstrada por ele, cujos membros barraram, na quarta-feira,
uma votação na Aleac, não realizada por falta de quorum.


Tchê presidente

Os cinco deputados estaduais já teriam chegado a um acordo sobre a indicação
de Tchê para a presidência da Aleac, a ser definida em fevereiro de 2013.
Apoio

Ontem, os membros do bloco independente se reuniram com o governador Tião Viana.
 Edvaldo Souza diz que não há rebeldia nem postulação a cargos no Executivo estadual.
 Ele acrescenta que os cinco parlamentares seguem apoiando o projeto da Frente Popular do Acre.


Entrevista

Deputado estadual Edvaldo Souza (PSDC) concede entrevista hoje ao programa
Boa Noite Rio Branco, da TV Rio Branco.


Objetivos

O parlamentar vai falar sobre a criação e os objetivos do bloco que passou a existir na Aleac.
Ele afirma não entender tanto frisson em torno da iniciativa. E assegura que uma das deliberações é
que as matérias sejam votadas na Casa após análises minuciosas - o que atualmente não acontece.

quinta-feira, maio 24, 2012

Bloco parlamentar vai discutir endividamento de servidores públicos



               
Além do endividamento dos servidores, o novo bloco de parlamentares irá levantar debates sobre a energia elétrica, exploração de menores e outros temas de interesse da sociedade.


O endividamento do funcionalismo público será um dos temas importante a ser debatido pelo mais novo bloco parlamentar criado na Assembleia Legislativa do Acre, composto por cinco deputados.
Os integrantes do novo grupo, Luís Tchê e Walter Prado, do PDT, Astério Moreira (PRP), e Edvaldo Souza e Eber Machado, do PSDC, garantem que ao contrário do que alguns setores da imprensa informaram, eles irão continuar participando da Frente Popular do Acre e apoiando a Mesa Diretora, mas precisaram criar o bloco para dar agilidade em alguns setores do legislativo acreano.
Na manhã desta quarta-feira (23) os integrantes do novo bloco se reuniram para discutir as estratégias que serão colocadas em prática ainda neste mês de maio. Eles demonstraram a força e a robustez do grupo ao inviabilizarem a votação de projetos que ocorreria na manhã desta quarta.
Os deputados Astério Moreira e Eber Machado defendem uma mudança no sistema de votação de projetos. “Não podemos votar um projeto, mesmo que seja de autoria da Casa, que chegue ao plenário às 11 horas para ser votado ao meio dia”, explicam.
Astério diz que acha muito importante a criação do bloco, principalmente porque um dos objetivos de seus integrantes é pensar e valorizar o poder legislativo.
“Este não é um movimento contra o governo, mas uma maneira que temos de discutir melhor os nossos projetos e as propostas que chegam do governo. Queremos fazer com que as comissões funcionem adequadamente”, explica.


Servidores endividados
Para o deputado Luís Tchê, a Aleac tem que chamar a população para participar dos debates. O parlamentar diz que apesar da presidente Dilma Rousseff vir fazendo um grande esforço para baixar a taxa de juros, maioria do funcionalismo público está endividadas com os bancos.
“Não vemos mais aquela alegria no final do mês, quando as pessoas recebiam seus salários e lotavam os comércios. As pessoas não fazem mais festa quando recebem seu dinheiro porque grande parte dele fica nos bancos. Para entender e tentar resolver esse problema enviamos um requerimento às secretarias de Fazenda e Administração, pedindo detalhes sobre o grau de endividamento de cada servidor.”
Luís Tchê diz que além do endividamento do funcionalismo, outros temas importantes, como a monstruosa dívida que o Acre tem com a União, a questão da energia elétrica, a exploração de menores, entre outros, também serão colocados em pauta para serem debatido no parlamento.


Pedofilia
O deputado Walter Prado alerta para um dado alarmente: o Acre é o terceiro estado com o maior índice de registro de ocorrência nos casos dos crimes contra menores, sendo o principal deles a pedofilia. O parlamentar adianta que o tema, que já foi discutido na Aleac, poderá ter ainda maior destaque ao ser inserido nos debates do novo bloco de parlamentares.
“Aqui no Acre não temos uma delegacia especializada para ajudar a combater a exploração de menores, principalmente a pedofilia que é um mal que precisa ser eliminado. Hoje o que temos é apenas um núcleo, quando precisamos de uma delegacia”, comenta.
A intenção de Prado é utilizar uma comissão permanente, já criada na Aleac para combater a pedofilia, como um instrumento de acompanhamento político, que irá dar visibilidade ao trabalho que será realizado pelo bloco de parlamentares.


Sucessão
Walter Prado garante que neste momento o bloco não está interessado em discutir sobre a sucessão da Mesa Diretora da Aleac, prevista para acontecer em fevereiro de 2013.  “Achamos que ainda é cedo para discutir este assunto. Futuramente a gente pode pensar nisso, mas agora seria um falta de respeito com a atual Mesa”, explica. 


Fortalecimento do legislativo
De acordo com o deputado Edvaldo Souza, a agenda formada pelo bloco dos cinco deputados, além de ser positiva, é propositiva. Ele desmente as informações de rompimento com o governo e com a Mesa Diretora da Aleac, e diz que o bloco do qual faz parte foi criado para fortalecer o parlamento acreano.
“Não há nenhum rompimento, nenhuma mal estar com quem quer que seja. O que existe é o pensamento de analisar de forma detalhada, efetiva e positiva todas as demandas que chegam até esta Casa. Até mesmo as demandas que são criadas aqui dentro devem ser analisadas detalhadamente pelo deputados. Nós entendemos que o parlamento tem que ser fortalecido. Estamos pensando no futuro e na produtividade da Assembleia Legislativa porque o povo nos cobra isso todos os dias”, destaca.


Fonte: Fala baixada                                                                                                                

















































terça-feira, maio 22, 2012



                                  Cachoeira   ficou calado na CPI

O bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, se negou a responder todas as perguntas feitas por congressistas durante depoimento na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) mista que investiga suas relações com parlamentares e outros agentes públicos. “Ficarei calado como manda a Constituição”, repetiu Cachoeira ao longo de duas horas e meia de depoimento, que começou às 14h desta terça-feira (22).
Cachoeira foi preso em fevereiro durante uma operação da Polícia Federal --ele é acusado de comandar um esquema de jogos ilegais de azar, além de outros crimes. Grampos telefônicos da PF apontam que o contraventor tinha relações estreitas com parlamentares e governadores, além de outros servidores.
O depoimento foi encerrado por volta das 16h30, após votação e decisão da maioria dos presentes. Cachoeira, entretanto, deve ser convocado outras vezes para depor à CPI.
Mais magro, sem os óculos, com olheiras e cabelos grisalhos, Cachoeira não demostrou desconforto com as perguntas dos parlamentares. “Como manda a lei, responderei constitucionalmente. Fui advertido pelos advogados para não dizer nada e não falarei nada aqui”, afirmou o contraventor, ao lado do advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, após a primeira pergunta, do relator Odair Cunha (PT-MG).
Fonte: UOL

domingo, maio 20, 2012


 Robin Gibb, do Bee Gees, morre aos     62 anos


Morre  integrante da banda que embalou uma geração.
                            O ILS funciona em nosso aeroporto?

Não é novidade para ninguém que os  pilotos das chamadas grandes empresas aéreas quando verificam que as condições meteorológicas não são propícias para o pouso no aeroporto de Rio Branco, invariavelmente optam por aterrissar em outro aeroporto e com melhores condições.
Fico a me perguntar: o nosso aeroporto dispõe de todos  os equipamentos necessários para a realização de um pouso seguro? Confesso que não sei. Entretanto, durante muito  tempo  foi  pauta da imprensa a falta do ILS, que é um equipamento que orienta detalhadamente os comandantes dos aviões no momento do pouso.
O nosso Instrument Landing System está funcionando ?  Se a resposta for positiva, mais uma indagação: Está funcionando dentro dos padrões exigidos?
Por curiosidade fui até a Wikipédia pesquisar sobre a importância desse equipamento. O texto é longo, mas vale a pena fazer a leitura.





ILS ou Instrument Landing System é um sistema de aproximação por instrumentos, que dá uma orientação precisa ao avião que esteja pousando em determinada pista.

Ele consiste em dois sistemas distintos, um deles mostra a orientação lateral do avião em relação a pista (localizer), e o outro mostra o ângulo de descida, ou orientação vertical (glideslope).
Sistema baseado na transmissão de sinais de rádio que são recebidos, processados e apresentados nos instrumentos de bordo do avião. A aproximação ILS (Instrument Landing System) é também chamada de “Aproximação de Precisão” (Precision Approach), por contar com as informações do Localizador em VHF (Very High Frequency) e do Glide Slope em UHF (Ultra High Frequency), fornecendo informações para o alinhamento com o eixo da pista e com a trajetória correta de planeio para o pouso.
A antena do Localizador está situada a 1.000 pés após a cabeceira oposta a qual se executa a aproximação, emitindo sinal de rádiomodulado em 90 Hz e 150 Hz, separados no alinhamento da pista, com um alcance aproximado de 25 milhas, com cobertura de 35º até aproximadamente 17 milhas e de 10° após 17 milhas. Esses equipamentos têm como finalidade fornecer a direção da pista, uma vez que a freqüência de ILS foi colocada no sistema de navegação do avião (NAV1), o que leva a aeronave a se alinhar no eixo da pista.Localizador
Glide Slope
A antena do Glide Slope está localizada entre 750 e 1.250 ft da cabeceira da pista, e tem a finalidade de fornecer o ângulo de planeio correto durante uma aproximação, fixado em 3°. Opera com frequências na faixa de UHF e sua sintonia é automática, associada à frequência do Localizador.
Marcadores
Algumas instalações possuem os Marcadores junto com o ILS. Quando o avião recebe a transmissão de um marcador, um sinal visual é mostrado ao piloto e outro sonoro é reproduzido, operado numa freqüência de 75 MHz, cuja finalidade é fornecer informações de distância em relação à cabeceira da pista.
Marcador Externo (OM, Outer marker)

Fica localizado a aproximadamente 7200 m (3.9 NM) da pista. Seu módulo são duas barras por segundo com uma frequência de 400Hz e seu indicador é azul.
Marcador Médio (MM, Middle marker)

Fica localizado a aproximadamente 1050 m da pista. Seu módulo são barras e pontos alternados com uma frequência de 1300Hz. Tem o propósito de avisar o piloto que o contato visual com a pista é iminente.
Marcador Interno (IM, Inner marker)

Fica localizado a aproximadamente 300 m da pista. Tem o propósito de avisar o piloto, quando em condições de baixa visibilidade, da chegada iminente a pista. Seu módulo é 6 pontos por segundo na frequência de 3000Hz.
Categorias

  • Categoria I - Uma aproximação por instrumento de precisão e pouso com uma altura de decisão não menor que 60 m (200 pés) e visibilidade não menor que 800m ou contato visual com a pista não menor que 550 m.
  • Categoria II - Uma aproximação por instrumento de precisão e pouso com uma altura de decisão menor que 60 m (200 pés) mas não menor que 30 m (100 pés), e contato visual com a pista não menor que 350 m.

Categoria III possui sub-divisões

  • Categoria III A - Uma aproximação por instrumento de precisão e pouso com uma altura de decisão menor que 30 m (100 pés), ou nenhuma altura de decisão e contato visual com a pista não menor que 200 m.
  • Categoria III B - Uma aproximação por instrumento de precisão e pouso com uma altura de decisão menor que 15 m (50 pés), ou nenhuma altura de decisão e contato visual com a pista menor que 200 m mas não menor que 50 m.
  • Categoria III C - Uma aproximação por instrumento de precisão e pouso sem altura de decisão e sem restrições de visual da pista.

Uma aproximação Categoria I pode ser efectuada manualmente; nas categorias II e III é requerido o uso do Piloto Automático sendo que, para operar na Categoria III, ele tem que ter capacidade de efetuar a aterragem automático. É recomendado, entretanto, que a aterragem automática seja efetuada também na Categoria II.

Deu no jornal A GAZETA



Edvaldo Souza quer isenção de ICMS para entidades religiosas


Edvaldo-Souza18 deputado Edvaldo Souza (PSDC) apresentou na última semana, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), projetos que beneficiam diretamente famílias carentes do Estado. 
Os projetos apresentados por Edvaldo Souza ganharam o apoio dos demais parlamentares, que elogiaram a dedicação do parlamentar. O primeiro projeto institui o Programa Diversidade na Escola Pública, com o objetivo de ensinar e praticar o respeito a diversidade, bem como formar e capacitar os profissionais, garantindo a convivência harmônica nas instituições de ensino.
Outro projeto, que beneficia igrejas de todo Estado, proíbe o repasse da cobrança do ICMS nas contas relativas a serviços como água, luz, telefone e gás, de templos de qualquer culto, desde que o imóvel esteja comprovadamente na propriedade ou posse das igrejas ou templos.
Um terceiro projeto apresentado por Edvaldo Souza cria o Programa de Orientação em Saúde e Atendimento Social à gravidez precoce e juvenil destinado às crianças, adolescentes e jovens gestantes.
Entre outras coisas o Programa tem como objetivo dar orientação sobre higiene e saúde da mulher, gravidez, parto, exames pré-natais, entre outros; manter o cadastro obrigatório de crianças, adolescentes e jovens grávidas, que utilizem o atendimento do SUS, para a realização de estudos estatísticos e o encaminhamento social das gestantes; além de promover discussões e ações multilaterais entre os órgãos da Administração Pública.
Além dos projetos, Edvaldo Souza também apresentou várias indicações para que sejam realizadas ações de melhorias na área de Segurança Pública, infraestrutura, Saúde e instalação de Posto de Atendimento Bancário (PAB) do Banco do Brasil.
Os projetos foram encaminhados para análise nas comissões e a expectativa é que sejam votados nos próximos dias.
“Meu mandato será voltado para o bem do povo”, diz Edvaldo
Agradecendo o carinho da população, que tem participado ativamente do seu mandato, Edvaldo Souza garante que a intenção é trabalhar sempre visando a melhoria da qualidade de vida da população.
“Tenho feito um mandato voltado sempre para os mais pobres e necessitados. Junto com minha assessoria tenho ido ao encontro das famílias para saber a necessidade do nosso povo. Essa será, com certeza a marca do meu mandato”, afirmou.
Edvaldo Souza dedica boa parte do seu tempo para visitar os bairros periféricos de Rio Branco, a zona rural e o interior do Estado. Ele conversa com as pessoas, escuta as reivindicações e procura soluções.
“Queremos continuar caminhando sempre ao lado da nossa população. Precisamos pensar nas crianças, nos jovens, nos adultos e nos idosos. Por isso, vou me dedicar muito para que possamos ter um Acre sempre melhor para se viver”, garantiu.
 

sábado, maio 19, 2012


                                              Descaso e irresponsabilidade



São várias as reclamações e denúncias envolvendo o aeroporto de Rio Branco. Desde a sua localização que é bastante questionada, as condições da pista onde os aviões pousam aos solavancos e principalmente a falta de respeito com os passageiros.
Ontem  foi um desses dias. Me aventurei a deixar alguns parentes  para embarcarem as 2:10 da madrugada no voo da TAM. Para efeito de informação a estrada que dá acesso ao aeroporto parece uma colcha de retalhos com tantos remendos mal feitos onde fica visível as depressões na pista de rolamento. A situação fica mais complicada a partir da rotatória que dá acesso ao aeroporto. A pista mais parece uma tábua de pirulito devido a quantidade de buracos. Uma vergonha!
Chegando ao tal aeroporto internacional as bagagens foram despachadas e posteriormente os passageiros se dirigiram a sala de embarque. Deu duas, duas e meia, três, três e meia e só aí alguém informou de forma não oficial que por causa das condições do tempo( muita neblina, pouco teto, essas coisas) o avião teria voltado a Porto Velho onde iria reabastecer. Informações truncadas ao que parece de propósito para ludibriar as pessoas. As quatro da manhã por meio do serviço de som interno, que  não tem nenhuma qualidade( não se consegue entender o que falam) os passageiros foram comunicados que o voo foi cancelado, mas que seriam realocados em outro avião. Para tanto, deveriam pegar as bagagens na sala de desembarque. Assim foi feito e a partir daí começaram as reclamações, justas, diga-se de passagem. Ninguém sabia até as quatro horas da madrugada qual a solução para o problema. Quem tinha conexão a fazer foi logo descartado. Os demais foram dispensados com a promessa de que embarcariam em um novo voo hoje.
Com as companhias aéreas o direito do consumidor é jogado na lata do lixo. Fazem o que bem entendem. Tem-se a impressão de que estão fazendo favor ao consumidor(passageiro).
O Acre é um dos estados onde os trechos de passagens são mais caros e temos um serviço de péssima qualidade. As instituições reguladoras desses serviços, que são outorgados pelo poder público,  que deveriam fazer o dever de casa,  pouco fazem ou nada fazem. Para que serve a Agência Nacional de Aviação?
E os prejuízos sofridos pelos passageiros? Quem irá repará-los?  Ontem mesmo eu via um  Ministro irritado com o descaso e irresponsabilidade. Só tem um jeito. Todas as vezes que o cidadão se sentir prejudicado pelas milionárias empresas aéreas, ajuizar ações por danos morais e materiais(se for o caso) exigir os seus direitos.
Nós que moramos no Acre viajamos em aviões velhos, pegamos voos de madrugada, sempre somos colocados em salas de embarque de terceira categoria(Brasília é um exemplo. Todas as vezes mandam a gente descer aquela escada, mudar de portão de embarque, entrar naquele ônibus , e só então chegamos ao avião.)Parece de propósito, e ainda encontramos o pessoal de bordo com a cara mal humorada.
O que aconteceu ontem aqui em nossa capital, em outro local, outra cidade, o pau teria quebrado. Porém, somos pacatos, ordeiros até demais. Mas um dia a paciência acaba.





Falta de vergonha
O deputado Edvaldo Souza estava valente ontem com as constantes faltas de energia no Acre. Chega a ser imoral e desmoralizante, dizia ele, sobre o que a Eletrobras comete com os consumidores. E lembrou o deputado que muita gente dizia que o linhão seria a redenção para o Acre em se tratando do fornecimento de energia elétrica. A situação está pior, muito pior, diz Edvaldo.

Desserviço
A Eletrobras só pensa em ganhar dinheiro, encher seus cofres e prestar um verdadeiro desserviço ao povo acreano, bradava Edvaldo Souza. “São uns caras de pau”, dizia o deputado, lembrando que mesmo assim a empresa ainda decidiu por no Serasa o consumidor que atrasar o pagamento da conta por mais de dias. 

Pop star
Falando em Edvaldo Souza, ontem ele participou, no meio do povão, bem ao estilo dele, do evento em que o governador Tião Viana entregou 1,5 mil pequenos negócios, em frente ao Palácio Rio Branco. O povo não deixou o deputado-apresentador sossegado. Todo mundo queria uma foto e um autógrafo. 

sexta-feira, maio 18, 2012

Combatendo os pedófilos

                 

Hoje é o dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual de adolescentes. Na realidade, em todo o Brasil essa semana foi marcada por uma série de atividades alusivas a data. Uma data que é uma homenagem a Araceli Cabrera Crespo que, em 18 de maio de 1973, desapareceu do colégio em que estudava, em Vitória(ES). A garota foi drogada, espancada, estuprada e assassinada por jovens da alta sociedade capixaba. O caso teve grande repercussão na mídia, mas terminou com a impunidade  dos criminosos.
A cada 8 minutos uma criança com idade entre dois e dez anos é vítima de abuso sexual no Brasil.
Segundo historiadores, a história social da infância no Brasil revela que desde o tempo da Colônia  as crianças não são consideradas sujeitos de direitos. São os castigos físicos, o descaso, a  tolerância da sociedade e a impunidade.
No Acre, os dados da violência sexual contra crianças e adolescentes são assustadores. Os números são da Coordenadoria da Defesa da Infância e Juventude e apontam um somatório de (3) casos de homicídio, (10) tentativas de homicídio, (236) lesão corporal dolosa,(238) ameaças,(119) casos de violência doméstica, (26) estupro, (95) estupro de vulnerável, (103) pessoas desaparecidas, e (14) casos de pedofilia. Os números apontados aqui, são números acumulados. Porém, em Rio Branco somente em 2011 registrou-se 213   ocorrências de violência sexual contra crianças e adolescentes.
Nucria, Sesp, Semsa,Sesacre e o disk100 fazem parte de um grupo de instituições parceiras que tentam por fim ao câncer da violência contra crianças e adolescentes
O enfrentamento dado ao caso pelo Tribunal de Justiça e Ministério Público Estadual são dignos de elogios .O próprio Tribunal de Justiça do Acre editou uma cartilha educativa sobre como prevenir o ataque dos pedófilos.
O trabalho é árduo e deve contar com o apoio da sociedade. Todos devem se engajar nessa luta. Não podemos ser uma sociedade de hipócritas fingindo que está tudo bem. O tema deve ser difundido por todos dando ênfase nas escolas. Nossas crianças merecem respeito.
Quanto aos tarados, pedófilos, aliciadores e outros tipos de maníacos, cadeia neles!





Sucesso com a gurizada
Ontem, durante sessão solene na Aleac, vários bombeiros-mirins esperavam, em fila, o momento
de entrar no plenário. Foi quando um deles viu o deputado Edvaldo Souza (PSDC) e todos
saíram de suas posições para juntos pedirem ao parlamentar uma fotografia. A coluna registrou o ocorrido.

poronga_180512.gif
Anotem
Edvaldo Souza tem sobressaído como um dos melhores tribunos da atual legislatura. 
Conhece bem o vernáculo, não atropela a língua pátria e disserta sobre os assuntos 
com segurança e desenvoltura.

Federal
O parlamentar tem participado de forma assídua de todas as reuniões que envolvem seu partido.
 E os dirigentes o têm como um nome certo para concorrer à Câmara Federal em 2014.  

Musculatura
O PSDC quer ganhar musculatura nessas eleições. A sigla terá este ano 244 candidatos
 a vereador e três a prefeito.

Essa é quente
Um partido político encomendou pesquisa para consumo interno sobre a disputa pela Prefeitura de Rio Branco. A pergunta era aberta e sem nomes previamente indicados. A resposta  foi  uníssona: Na cabeça deu o nome do deputado e apresentador de televisão Edvaldo Souza.
 
Indagado
Quando provocado a falar sobre o assunto, Edvaldo Souza disse não ter conhecimento de tal pesquisa e reiterou não ter interesse na empreitada. “Não tenho essa intenção. Caso isso seja verdade, só tenho é que agradecer à população de Rio Branco’’.
 
Comprovação
Caso os dados dessa pesquisa se confirmem, apenas se coadunam com os 89% de audiência que tem o deputado Edvaldo Souza na apresentação do seu Gazeta Alerta. De acordo com um político experiente e com vários mandatos, Edvaldo Souza, é uma dessas pedras preciosas que devem ser bem guardadas e principalmente bem tratadas, devido ao seu perfil político. Em outras palavras: é sério, inteligente e é adorado pelo povão.

quinta-feira, maio 17, 2012

Sessão solene




                          

Bastante prestigiada a sessão solene alusiva ao dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual de menores. Autoridades de vários segmentos da sociedade estiveram no plenário da Assembleia Legislativa prestigiando  o  ato.

Todos unidos com o objetivo de proteger nossas crianças.

Bombeiros mirins estiveram na chamada casa do povo e na oportunidade me convidaram para tirar uma fotografia. Não me fiz de rogado . Para homenagear esses meninos e meninas estou postando a fotografia.   

Blecaute da vergonha


                              
Chega a ser imoral e desmoralizante as constantes  falta de energia na capital do Acre como também no interior. Ontem, mais uma vez, os acreanos ficaram as escuras por conta de uma tal explosão no linhão.
Seria exatamente esse linhão que segundo alguns políticos seria a redenção para o Acre em se tratando do fornecimento de energia elétrica. Ledo engano. Estamos piores de que nos tempos em que tínhamos nossas usinas a diesel em pleno funcionamento.
A Eletrobrás-Acre , por sua vez, continua com o mesmo discurso e com a mesma cantilena. De efetivo apenas a vontade desenfreada da estatal em ganhar dinheiro, encher seus cofres e prestar um verdadeiro desserviço ao povo acreano.
São uns caras de pau! Mesmo assim ainda decidiram colocar no Serasa num prazo de dez dias todo e qualquer consumidor que porventura atrase o pagamento da fatura.
Uma vergonha! Desse jeito  fica difícil atrair empresários que queiram investir aqui. Se não temos um parque energético decente quem irá se habilitar a montar empresas por essas bandas.
Não é a toa que a Eletrobrás está no ranking das piores empresas do Brasil.

Projetos
Deputado Edvaldo Souza (PSDC) tem feito a diferença este ano na Aleac, apresentando projetos de relevante interesse público. Ontem, por exemplo, apresentou um projeto que institui no Estado o programa de orientação em saúde e atendimento social à gravidez precoce e juvenil, destinado às crianças, adolescentes e jovens gestantes.

Projeto II
Em outro projeto, Edvaldo Souza propõe o programa diversidade na escola pública do Estado. Para ele, a sociedade vive um momento no qual as diferenças surgem e devem ser respeitadas. O deputado defende campanhas permanentes  em prol da diversidade e do respeito ao próximo.

Vice de Tião
Deputado que mais apresentou projetos e indicações aos órgãos governamentais neste ano, Edvaldo Souza é citado por dirigentes da FPA como um político com o perfil ideal para vice de Tião Viana, em 2014.

Deu no Página 20


Pra torcida

Acostumado a incentivar invasões e manifestações nas galerias da Aleac e sempre jogar “pra torcida”, o deputado Wherles Rocha (PSDB) ontem se deu mal. Usou a tribuna, fez seu teatro para os moradores do Panorama e foi sucedido, no discurso, pelo líder do governo, Moisés Diniz (PCdoB), cujas palavras em favor dos manifestantes obtiveram maior repercussão.


Edvaldo

Já o deputado Edvaldo Souza (PSDC) foi enfático ao falar sobre o princípio da legalidade nessas questões, que deve ser  respeitado. O parlamentar disse que o ideal seria abrir um canal de diálogo com o governo do Estado.


Argumentos precisos

E com argumentos precisos, Edvaldo pôs abaixo o circo que pretendia montar o deputado tucano.


Competência

Edvaldo Souza talvez seja o único parlamentar na Aleac detentor de três cursos de nível superior. Mas nem por isso deixa de ser uma pessoa simples no trato com os funcionários da Aleac.

quarta-feira, maio 16, 2012

Deu no Gazeta em Manchete


Deputado defende reivindicações de trabalhadores e enaltece trabalho da TV Gazeta

O  deputado estadual Edvaldo Souza, líder do PSDC, defendeu ontem da tribuna da Assembléia  Legislativa a abertura de um canal de diálogo para os trabalhadores da área de radiologia que ocuparam as galerias da casa pedindo o apoio dos parlamentares para suas reivindicações. Edvaldo Souza, argumentou que são trabalhadores que pelo fato de executarem suas atividades em situação  de risco podem ficar contaminados com os chamados  raios ionizantes duros. Os testículos e a medula óssea são os locais mais atingidos por profissionais que atuam nessa área.
Edvaldo Souza reservou um bom tempo de sua fala para enaltecer a TV Gazeta que há 22 anos  presta relevantes serviços ao povo do Acre.
“Falo de cátedra disse o parlamentar, pois conheço os meandros e o funcionamento de uma emissora de TV até que o produto final que são os programas jornalísticos sejam levados ao ar. Isto leva tempo, competência, dinheiro, uma boa dose de paciência e principalmente técnicas de gestão’’.
O deputado, que também é apresentador de televisão parabenizou a todos os funcionários da TV Gazeta que fazem  da emissora  uma verdadeira caixa de ressonância dos acreanos e que atinge cerca de 80% dos lares acreanos liderando a audiência.
A TV Gazeta, segundo o deputado Edvaldo Souza,  é uma emissora gerida por acreanos que gera emprego e renda para os nossos profissionais.
O parlamentar durante o seu discurso fez questão de destacar a visão empreendedora do empresário acreano Roberto Moura, que de forma ousada tem investido em tecnologia, profissionalismo e mão de obra qualificada.
Os dados da pesquisa veiculada em todos os meios de comunicação retrata exatamente a realidade de uma televisão que fala a linguagem do povo e onde a própria comunidade se vê como parte integrante dela, disse Edvaldo Souza, líder do PSDC.

Deu na Tribuna




Panorama
Edvaldo Souza (PSDC) está mais uma vez ao lado do povo humilde. Ontem, ele anunciou apoio às mais de mil pessoas que vivem no ramal do Panorama e que estão sendo ameaçadas de expulsão. O deputado promete brigar pela vitória daquelas famílias até o fim.

Edvaldo
Deputado Edvaldo Souza utilizou a tribuna da Aleac ontem para enaltecer o trabalho realizado pelos profissionais da TV Gazeta. Segundo o parlamentar, um empreendimento genuinamente acreano comandado pelo empresário Roberto Moura, que gera emprego e renda.


Deu na Gazeta

Edvaldo defende reivindicações de trabalhadores em radiologia

O deputado estadual Edvaldo Souza, líder do PSDC, defendeu ontem, na tribuna da Aleac, a abertura de um canal de diálogo para os trabalhadores da área de radiologia. Os servidores ocuparam as galerias da casa pedindo o apoio dos parlamentares para suas reivindicações.
Edvaldo argumentou que são trabalhadores que, pelo fato de executarem suas atividades em situação de risco, podem ficar contaminados com os chamados ‘raios ionizantes duros’. Os testículos e a medula óssea são os locais mais atingidos por profissionais que atuam nessa área.
O deputado reservou um bom tempo de sua fala para enaltecer a TV Gazeta, que há 22 anos presta relevantes serviços ao povo do Acre. “Falo de cátedra pois conheço os meandros e o funcionamento de uma emissora de TV até que o produto final, que são os programas jornalísticos, sejam levados ao ar. Isto leva tempo, competência, dinheiro, uma boa dose de paciência e principalmente técnicas de gestão’’.
O deputado parabenizou a todos os funcionários da TV Gazeta, que fazem da emissora uma verdadeira caixa de ressonância dos acreanos e que atinge cerca de 80% dos lares acreanos liderando a audiência. A emissora, segundo Edvaldo Souza, é uma emissora gerida por acreanos e que gera emprego e renda para os nossos profissionais.
                   
                                   
O parlamentar durante o seu discurso fez questão de destacar a visão empreendedora do empresário acreano Roberto Moura, que de forma ousada tem investido em tecnologia, profissionalismo e mão de obra qualificada. (Assessoria)