quinta-feira, março 31, 2011

A maldade humana


Hoje , quinta-feira, me pronunciei a respeito da situação vivida pelos moradores que ocuparam de forma irregular as casas construídas pelo governo no bairro Ilson Ribeiro II.

Fiz críticas aos métodos e mecanismos utilizados quando da desocupação, a forma utilizada e os excessos cometidos pela polícia. Falei em barbeiragem política e em nenhum momento citei o nome do governador Tião Viana, por quem tenho respeito e consideração.

O que disse durante o meu pronunciamento é que tenho o governador como um legalista e preocupado com as causas humanitárias. Foi só.

Fui duro ao abordar a questão da proibição da entrada da imprensa no local do protesto.

Para minha surpresa leio no site AC24horas a seguinte afirmação atribuída a minha pessoa: Edvaldo diz que desocupação de casas foi barbeiragem de Tião Viana.

Não fiz essa afirmação. As notas taquigráficas do meu discurso estão na Assembléia Legislativa e comprovam o que aqui escrevo.

Não vou telefonar, não vou pedir para retificar, não vou pedir para retirar, não vou pedir favor.

Conheço muito bem as entranhas da nossa imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário