quinta-feira, agosto 14, 2014

                                Um ano sem Roberto Moura


O tempo não pára. Doze meses se passaram desde o falecimento do empresário Roberto Alves Moura. Um acriano que superou todas as dificuldades e se transformou num empresário bem sucedido cujas empresas geram mais de  mil empregos diretos.

Um visionário acima de tudo. Por trás daquele jeito  sério existia um homem de coração fraterno e que dava oportunidade as pessoas.

Comigo foi assim. Grande parte do sucesso que faço na televisão devo a ele, que acreditou no meu trabalho e na minha força de vontade.

Uma vez por mês atualizávamos nossas conversas cuja pauta sempre era a política e televisão. Era um homem que sabia de tudo, mesmo passando a maior parte do tempo em seu gabinete tratando de negócios.

Apresentar o plantão do Gazeta Alerta falando de sua morte repentina foi uma dura tarefa para todos da TV Gazeta.

O legado deixado por  Moura, continua. Os seus filhos e funcionários das empresas deram conta do  recado.

O que nos resta é a  saudade eterna. Saudade de um homem que o pai celestial resolveu levá-lo.

É rogar a Deus que Roberto Moura esteja em um bom lugar sendo iluminado pelos anjos do Senhor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário