quarta-feira, maio 07, 2014

Deu na Contilnet


Assentamentos do Incra se assemelham a campos de concentração, diz Edvaldo Souza

Durante a sessão de quarta-feira (7) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado estadual Edvaldo Souza (PSDC) usou a tribuna para criticar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) pelo que ele considera falta de empenho em resolver as questões de legalização de assentamentos no Acre.
Souza apoiou o protesto dos sem terra, realizado na última terça-feira (6), que chegaram a fechar o acesso à Aleac, impedindo que qualquer pessoa entrasse ou saísse do prédio.
Edvaldo Souza diz que é preciso que haja um processo de reforma agrária urgente ou, no mínimo, mais empenho de órgãos como o Incra em resolver questões imediatistas, como assentamento para dezenas de famílias que são despejadas de terras no Acre.
O deputado diz que o bloqueio ao prédio do parlamento foi uma forma de chamar a atenção para o problema da falta de terras, que afeta centenas de pessoas no estado.
“Foi um forma de dizer: estamos aqui e queremos lotes para produzir”, declara.
Ele afirmou, ainda, que os atuais modelos de assentamento feitos pelo Incra se assemelham a campos de concentração, devido à falta de infraestrutura e de condições mínimas para receber pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário