terça-feira, junho 17, 2014


“Tenho a impressão que os idosos neste país são tratados como lixo”, diz Edvaldo Souza

Postado em 16/06/2014 21:05:48JOSÉ PINHEIRO
  
O deputado Edvaldo Souza (PSDC) voltou a cobrar a instalação de uma Delegacia Especializada em Crimes contra os Idosos. O parlamentar afirmou que há dois anos fez a Indicação, mas até o momento não foi atendida. No Acre, são mais de 40 mil idosos. Desse número, 20 mil estão na Capital.
“Há mais de dois anos apresentei Indicação propondo a criação de uma Delegacia Especializada em Crimes contra Idosos, e até agora nada. As políticas públicas são tímidas”, alertou o parlamentar cristão.
Edvaldo Souza não poupou críticas ao governo federal. Disse ter “a impressão que os idosos neste país são tratados como lixo”. O parlamentar afirma que sua impressão é constatada pelo valor pago de aposentadoria aos idosos, sendo que, em muitos casos, a pensão paga não dá para custear as despesas com alimentação e medicamentos.
Ele ressalta que mesmo com o Estatuto do Idoso, essas pessoas não são respeitadas. “Não é novidade para ninguém que no Brasil, mesmo com o Estatuto do Idoso, os direitos que são garantidos em lei muitas vezes são deixados de lado pelos gestores públicos”.
Souza lembrou o trabalho desenvolvido pela Promotoria do Idoso do Ministério Público do Acre, como também, o Conselho Estadual do Idoso. Segundo ele, por meio destes são garantidos os direitos daqueles que já contribuíram com o país.
Segundo a Secretaria Nacional de Promoção e Direitos Humanos – Coordenação Geral dos Direitos do Idoso, estima-se um crescimento proporcional até 2050, quando haverá mais idosos de que adolescentes na faixa etária de 15 anos. O número de idosos já representa 12% da população brasileira, o que corresponde a 24,2 milhões de pessoas. Em 2050, esse número vai aumentar para 63 milhões de brasileiros idosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário