terça-feira, outubro 15, 2013

Deu no Ac24horas

Edvaldo Souza diz que “sacerdócio” não paga contas de professores



 
O deputado Edvaldo Souza (PSDC) disse em seu pronunciamento nesta terça-feira, 15, que é preciso parar com esta história de chamar de “sacerdócio” a profissão do professor e pagar-lhe um salário digno. “Sacerdócio não paga a conta de ninguém. Dizer que nasceu com vocação e vai dedicar sua vida não garante uma carreira de estado que lhe dê a segurança necessária para uma aposentadoria. Até quando os professores terão que vir à praça pública, se indignar e fazer ver a nós, políticos, que legislamos, que esta profissão merece mais respeito. Não acho que seja sacerdócio, acho que é uma profissão como outra e que tem que ser bem remunerada”, disse ele.
Edvaldo lembrou que ele próprio foi professor durante 15 anos, quando lecionou química, biologia e matemática trabalhando em três períodos. “Sei o quanto ganha pouco, principalmente sendo esta a profissão que forma todas as outras. Nasceu para aquilo, mas tem que receber um bom salário”, arrematou, fazendo uma homenagem aos professores Ana, que o alfabetizou; João de Almeida, que lhe ensino matemática e Guajarína, que lecionava português. Edvaldo concluiu seu pronunciamento reiterando que é contra o pagamento de pensão para ex-governadores e contra os sindicatos atrelados ao governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário