quinta-feira, novembro 21, 2013

Deu no jornal A gazeta

Edvaldo Souza diz que o Acre pode virar um caos caso se demita 11 mil servidores

E-mailImprimirPDF
sessão do dia 20.11.2013 008O deputado Edvaldo Souza (PSDC) ressaltou que a decisão do Supremo Tribunal Federal em emitir parecer sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 3609) tornará o Acre em um caos.  Segundo ele, 50 mil pessoas devem ser atingidas pela decisão.

“Um assunto que não pode passar batido se trata exatamente da ADI 3609. Essa decisão do Supremo atinge 11 mil famílias, trocando em miúdos, são 50 mil pessoas que ficarão desempregadas, o Acre virará um caos”, frisa o parlamentar.

Ele citou, ainda, que 73 mil famílias no Estado dependem do Programa Bolsa Família, sendo que o Acre tem uma economia baseada no contracheque. Argumentou, também, que foi informado que um advogado da Procuradoria Geral do Estado (PGE) está em Brasília para acompanhar o caso.

Edvaldo Souza reconheceu que esta luta foi encampada pelo deputado Moisés Diniz (PCdoB) e pediu que a Aleac tivesse uma ‘sensibilidade maior’ com o caso. “Essa bandeira foi encampada pelo colega Moisés Diniz, para que os servidores não possam ser demitidos. Não sou de roubar a cena de ninguém”.

O parlamentar finalizou o seu pronunciamento reafirmando sua luta na defesa da regularização fundiária. Relatou que no próximo sábado, 23, na Escola Estadual Pedro Martinello, acontece uma reunião com órgãos ligados a área fundiária para definir as metas de regularização dos bairros Tancredo Neves, Montanhês e Jorge Lavocat. (Foto: Cedida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário