terça-feira, novembro 19, 2013

Edvaldo diz que não admite desmoralização da imprensa no caso dos tapurus do HC

Ray Melo, da redação de ac24horas - raymelo.ac@gmail.com

O deputado e jornalista, Edvaldo Souza (PSDC) protestou na manhã desta terça-feira (19), contra as afirmações de gestores do governo do Acre, que tentaram desqualificar a denúncia da presença de tapurus nas marmitas servidas aos pacientes do setor de nefrologia do Hospital das Clínicas do Acre, atribuindo o episódio a uma suposta sabotagem dos jornalistas que cobriram o caso.
“Acho que é um caso que deve ser investigado. Todas as linhas de investigação não podem ser descartadas, não só a suspeita de sabotagem. Tem que ouvir todo mundo. Agora, o que não posso admitir é enquanto jornalista, debitar a conta daquilo que a imprensa tem que mostrar a jornalistas. Tentar desmoralizar profissionais que há anos militam neste meio não é justo”, diz Edvaldo  Souza.
O deputado afirma que é preciso separara o joio do trigo. “Tentar desmoralizar colegas por redes sociais, que houve plantação, tem algo errado. Não vai ser descredibilizando o trabalho dos jornalistas que isso vai ser feito. Porque fica muito fácil colocar a culpa na imprensa. É importante dá crédito ao trabalho da imprensa e investigar, simplesmente investigar”, finaliza Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário