quarta-feira, novembro 27, 2013

                           Não se enganem com a Chapinha

As eleições só acontecem no próximo ano, mas o clima que se apresenta vai de  nublado a parcialmente nublado com possibilidades de trovoadas no decorrer do período.

São muitas as declarações de um lado e de outro. Umas um tanto quanto verdadeiras, outras, apenas jogo para a platéia.

Porém, o destaque que se verifica no momento político atual é a formação da tal chapinha que nada mais é do que a união dos partidos chamados de nanicos tendo como objetivo eleger um deputado federal.

Se os partidos pequenos estão corretos ou não, não se sabe. Na política existe a busca constante por espaços em todos os níveis. 

Tratar a formação da chapinha para Federal com desdém também não é um bom negócio. Essa  chapa no mínimo decidirá as eleições para Governador, que nos últimos anos tem sido decidida em cima de percentuais considerados mínimos.

Na verdade, os partidos pequenos  por meio de seus dirigentes, não afirmam a  ninguém, mas exigem acima de tudo respeito, consideração, lealdade e divisão de Poder.

O que não pode é qualquer árvore que começa a crescer, enfolhar e que pode dar frutos  ser podada sem pena e sem dó.


Nenhum comentário:

Postar um comentário