terça-feira, março 18, 2014

Edvaldo Souza faz apelo para criação de delegacia do idoso

Ray Melo, da editoria de política de ac24horas – raymelo.ac@gmail.com
 
A falta de políticas públicas para o idoso no Acre foi lembrada por Edvaldo Souza (PSDC), na manhã desta terça-feira (18), na Aleac. O deputado protestou pela morosidade do Estado na instalação de uma delegacia do idoso, através de um projeto de sua autoria apresentado há mais de um ano, no Poder Legislativo.
Segundo Souza, o Acre tem mais de 25 mil idosos – que estariam esquecidos pelo poder público. “Parece que o idoso neste país é um produto descartável. A partir do momento que se aposenta vira o patinho feio. Temos que ter uma política de amparo favorável ao idoso. Faltam políticas públicas para eles”.
Souza exemplifica o descaso com o idoso no Acre, com o caso de uma senhora que aguardava há uma semana, para ser encaminhado à UTI. “Questionei as normativas do MS – se existiria a regra de especificar quem deve viver e quem deve morrer, só então, ela foi encaminhada ao hospital Santa Juliana”.


Edvaldo Souza justifica sua proposta de criação da delegacia do idoso, com os números de agressões cometidas nas cidades do Acre. “Este alerta é em favor dos idosos, que não têm quem os ampare. Eles estão abandonados pela família e vão parar nos abrigos, muitas vezes sofrendo agressões. Queremos apenas assegurar os direitos de quem mais precisa de proteção”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário