quarta-feira, setembro 18, 2013

    Partidos nanicos farão parte do chapão do PT?

Em  uma reunião realizada nos últimos dias  o governador Tião Viana garantiu aos deputados pertencentes as chamadas legendas pequenas que dará guarida a todos no chapão que será formado pelo Partido dos Trabalhadores.

“Todos serão tratados como aliados e isso é uma forma de dizer que estou satisfeito com o apoio que estou tendo de nossa base na Assembleia legislativa”, afirmou o governador durante o encontro.

Para o governador os aliados devem ser tratados como aliados e mecanismos políticos devem ser buscados para que ninguém fique prejudicado na busca pela reeleição.

O caso de alguns deputados que argumentam não ter votos para compor o chapão deverá ser tratado de forma diferenciada, sempre se pautando pelo entendimento.

Uma nova reunião acontecerá com os deputados que compõem a base de apoio do governo. Nessa reunião um diagnóstico completo da situação atual será apresentado.

A questão dos secretários que postulam suas candidaturas também foi tratada na reunião. Alguns deputados reclamam das vantagens de quem ocupa o cargo de secretário e faz da sua pasta um instrumento para angariar votos.

Tião Viana tranquilizou a todos quanto a isso e garantiu que o tratamento será igualitário.

Agora, pelo andar da carruagem e pelos comentários que se tem ouvido nos bastidores, os chamados cardeais do Partido dos Trabalhadores não vêem com bons olhos a formação do chapão com os chamados nanicos.

A equação é simples: Para os que são contrários a ideia, os candidatos dos partidos pequenos tirariam vagas na Aleac dos candidatos que supostamente seriam eleitos pelo PT.


Fica a incógnita. Uma reunião na próxima semana definirá o quadro atual. Se o PT resolver não se coligar com os pequenos, com certeza, os partidos nanicos buscarão uma outra alternativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário