segunda-feira, agosto 19, 2013

                         Tempo de queimadas

Começou a temporada das queimadas em nossa região. De forma sorrateira as queimadas urbanas, principalmente, tem se proliferado causando a sensação de impunidade.

Na zona rural, quem conhece o interiorzão sabe disso, as fases de broca, derruba e rebaixamento  já foram executadas. Em algumas áreas os adeptos das queimadas já meteram fogo. Basta prestar atenção na fuligem que cai em seu quintal ou na varanda de seu apartamento.

Respira-se nesse período, monóxido de carbono e dióxido de enxofre, substancias que causam mal ao sistema respiratório e aos olhos.
Tempo dos idosos adoecerem com mais freqüência e de pais levarem suas crianças em busca de auxílio médico.

Tempo também das empresas aéreas começarem a cancelar seus vôos ou os redirecionarem para outros aeroportos.

Nossa região se transforma no inferno. A legislação ambiental está aí para ser colocada em prática, e o chamado jeitinho brasileiro também.

É muita fumaça. Como sempre se argumenta que todo o fumaceiro é oriundo da Bolívia e do Matogrosso.

A pergunta que todo mundo faz: Será?.

Nenhum comentário:

Postar um comentário