domingo, agosto 18, 2013

                                      Entardecer

Um dia desses aproveitei para atender ao convite do seu Espanhol e da dona Rosa Espanhol para visitá-los  e é claro aproveitar para comer uma boa galinha caipira e um capote. Tudo criado na colônia da família espanhol.

São pessoas humildes e acolhedoras. Nesse dia choveu uma barbaridade e as dificuldades foram muitas para sair dos atoleiros do ramal Caipora, passar por pontes que mais parecem pinguelas escorregadias e chegar até a colônia da família. Uma viagem que se faria em quarenta minutos, findou por durar  quase duas horas.

Cheguei lá quase as três da tarde e tava todo mundo  me esperando para almoçar. Depois dos cumprimentos de praxe, almoçamos e rapidamente nos familiarizamos e começamos a conversar.

As dificuldades para quem mora no projeto Moreno Maia são muitas. Mesmo assim, os produtores rurais enfrentam o dia a dia, tem suas lavouras e ainda criam umas cabeças de gado.

Seu Espanhol e dona Rosa são exemplos de organização. De tudo produzem um pouco e são felizes.

A noite a convite do pastor Gilcélio ainda aproveitei para ir ao culto na igreja evangélica da comunidade.

Gente humilde , que caminha mais de oito quilômetros numa escuridão total para ouvir conselhos, sugestões e orar pedindo proteção a Deus.


Esse dia eu não esquecerei. A foto postada foi captada  no crepúsculo da tarde. Essa é a paisagem de uma região de pessoas generosas e que nunca desistem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário